Embora pareça algo relativamente fácil, montar em um cavalo necessita de precauções e orientações essenciais básicas para que a atividade possa ser realizada com êxito, seja para o esporte, trabalho no campo ou lazer.

Primeiramente é preciso avaliar o temperamento do animal, com vistas à segurança do montador. Se ele estiver agitado, querendo dar coices, ou querendo morder, não será uma boa ideia insistir.

Por isso é importante que o animal já tenha realizado outras montarias, para que não estranhe a situação.

Escolher os equipamentos corretos é também importante para que a montaria se torne prazerosa, confortável e segura, sendo que nem sempre o equipamento mais bonito é o melhor.

Deve ser levado em consideração o tipo de material, como a “barrigueira” que ficará por baixo da cela, e o próprio tipo de cela adequado ao tamanho do equino.

Retirar a sujeira do cavalo é importante, antes de qualquer atividade, para que estes resíduos não entrem em atrito com os equipamentos, causando feridas.

Outra dica é jamais alimentar o animal em demasia antes de utilizá-lo, sob o risco de indigestão, e nunca dar água gelada e nem banho imediato após as atividades, pois com o corpo quente o animal pode passar por sérios desconfortos.

Há uma série de outras informações importantes que precisam ser levada em consideração durante uma montaria, como roupas adequadas, postura, formas de conduzir o animal, dentre outras.

Somente com informações e treinamento será possível que a prática ocorra sem maiores problemas e atinja bons resultados.