Os parasitas são causadores de vários tipos de doenças em equinos, e costumam trazer grandes transtornos financeiros para os proprietários destes animais por conta de gastos com medicamentos e medidas de controle. O Oxyuris equi é um exemplo.

Esses parasitas atuam com mais frequência no reto e cólon. Em seguida, estas larvas podem adentrar no organismo e se desenvolveram no intestino dos animais.  Por conta das intensas coceiras, os animais podem ainda morder ou lamber a região e acabar ingerindo os ovos.

Outra forma de contaminação ocorre quando os animais passam a tentar aliviar estas coceiras ao esfregar nas baias, o que colabora para a disseminação em todo o ambiente.

O Oxyuris equi, em si, não é considerado uma doença propriamente dita. Entretanto, por conta das feridas em decorrência das coceiras, ele pode ocasionar aberturas para a entrada de bactérias e infecções de todos os tipos.

O diagnóstico pode ser feito por meio da visualização de pruridos ao redor do ânus, agitação excessiva do animal, perda de apetite, dentre outras.

E, por fim, é muito importante que seja feito um exame laboratorial por meio de amostras da região, com o intuito de se detectar com mais precisão o parasita.

Já o tratamento passa pelo uso de fármacos especiais que tem como objetivo eliminar o problema.

Share This